Bem vindo ao Boletim Policial, o seu espaço de notícias voltado a Segurança.
Para colaborar com o site, envie a sua matéria para o e-mail: agnelo.lopes@ig.com.br


sábado, 31 de julho de 2010

Pernambuco:Policiais Militares erradicam plantio de maconha em Dormentes

Policiais na erradicação do Plantio
Plantio de Maconha

No dia (25/07) por volta das 04h00 após recebimento de informes, policiais militares do GATI e da 3ª Companhia do 5º BPM (Petrolina), comandada pelo Cap Rutênio, localizaram Sítio São Joaquim, distante 1 km do município de Dormentes, um plantio de maconha com aproximadamente 18.000 pés.
No local os policiais também apreenderam 22 Kg da droga pronta para o consumo e uma espingarda cal. 36. O dono da propriedade o Sr RAIMUNDO CAVALCANTI GRANJA, 72 anos, foi encaminhado para a delegacia de Dormentes-PE e autuado em flagrante delito.


Fonte:amigosdo5bpm

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Jacobina:PETO prende fujitivo da Justiça

Antonio Vicente dos Santos Filho "Tom Tom"

Após um minucioso acompanhamento do Serviço de Inteligencia da Policia Militar 24 CIPM,foi preso na manha desta Quarta Feira 28/07,na Avenida Manoel Novais centro da cidade,Antonio Vicente dos Santos Filho"TomTom" de 18 anos Res na Travessa Rua da Saudade s/n ."Tom Tom"com é conhecido estava foragido da Justiça, pesando contra ele um mandado de prisão preventiva,decretada pelo Juiz de Direito da Comarca de Jacobina Drº Mauro de Souza Pinto,onde esta sendo acusado da morte do pedreiro Francisco Romero de Souza Silva de 31 anos,fato ocorrido em Fevereiro de 2010 à Rua Coronel Teixeira em pleno calçadão."TomTom" tambem é suspeito do furto de uma motocicleta Twister no ultimo dia 24/07 ,fato ocorrido à Rua Bela Vista Bairro do Leader.

A prisão:

Após informações recolhidas pelo Serviço de Iteligencia da PM onde relatava que "Tom Tom" estaria no centro da cidade de posse de uma moto Yamaha YBR de cor Preta,prepostos começaram a fazer o acompanhamento de "Tom Tom" localizando na Avenida Manoel Novais, foi acionado uma Guarnição do PETO Pelotão Tatico Especial, comandada pelo Ten Pm Juliano Procopio o qual efetuou a prisão, conduzindo "Tom Tom"ao complexo Policial de Jacobina , o mesmo encontra-se a disposição da Justiça.

Feira de Santana:Um assaltante morre e outro sai ferido em assalto

Policias do Tatico Movel
Aramas Apreendidas

Durante uma tentativa de assalto, na tarde desta quarta-feira (28/07), a casa lotérica “Loteria Placar”, localizada na Avenida Getúlio Vargas, Centro de Feira de Santana, um homem morreu e outro ficou ferido em uma troca de tiros.

Os assaltantes chegaram ao local em uma motocicleta Honda, CG 150 de cor verde, placa JQK-8319 e anunciaram o assalto. Nesse mesmo momento um policial que é cliente do estabelecimento ia estacionando o veiculo Gol, branco, placa NTL -1397 licença de Feira de Santana e um dos jovens o reconheceu dando inicio a uma troca de tiros.

Os dois foram atingidos, antes de conseguir pegar o dinheiro da empresa. Segundo a funcionária da loteria, a quantia que seria levada era de R$ 1.000,00. Renilson Santos Souza, 20 anos, que morava no conjunto Viveiros chegou a ser socorrido para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), mais não resistiu e morreu

O outro assaltante de apenas 16 anos foi atendido no HGCA e logo em seguida recebeu alta hospitalar e foi conduzido para a Delegacia do Adolescente Infrator (DAI). Um dos disparos efetuados pelos assaltantes atingiu a carteira que estava no bolso do policial e por pouco ele não saiu ferido ou morto.

Em entrevista ao Acorda Cidade, a funcionária do estabelecimento, que não quis ser identificada, informou que o tiroteio começou quando ela iria passar o dinheiro ao assaltante, que chegou armado.

Eles estavam usando capacetes e cada um deles com um revólver calibre 38 O corpo de Renislon Santos Souza foi encaminhado ao Departamento de Policia Técnica (DPT).

Fonte: Aldo Matos do Acorda Cidade/Rotapolicialfsa.Blogspot

Camaçari:DECARGA desarticula quadrilha que clonava caminhões

Policiais Civis, do Serviço de Investigação da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas em Rodovias (DECARGA), sob o comando do delegado João Uzzum desarticularam na manhã desta quinta-feira (29/07), uma quadrilha especializada em desmanchar e clonar caminhões e carretas roubadas no estado da Bahia.

Os integrantes da quadrilha foram identificados como: José Edvaldo Cao, 57 anos; Gildo Silva da Cunha, 34; Gilson Oliveira de Sales, 47 e Francisco Flávio Cruz de Melo, 38; residentes nos municípios de Itabaiana (SE), Camaçari e Salvador (BA).

A prisão da quadrilha aconteceu no início da manhã, em um galpão na região da Estrada do Coco, no município de Camaçari. Eles desmanchavam, adulteravam e transformavam caminhões em dublês (clones) e enviavam os veículos para outros estados.

Com a quadrilha, os policiais encontraram uma carreta roubada, várias placas novas, que seriam usadas nos veículos clonados, pinos de remarcação de motores e chassis, além de documentos e selos originais do Detran da Bahia e do Estado de Espírito Santo. Os materiais encontrados seriam usados na clonagem das carretas e dos caminhões roubados.

O delegado João Uzzum afirmou que as investigações duraram mais de quatro meses. “Após o desaparecimento de vários caminhões e carretas assaltados ou furtados, iniciamos as investigações. Geralmente, quando assaltam um caminhão ou uma carreta, os bandidos abandonam o veículo. Mas, nos últimos meses, as cargas e os veículos desapareciam. Então, iniciamos a investigação, que culminou na prisão desses indivíduos”, informou.

Os acusados foram autuados em flagrante por receptação de veículo roubado, falsificação de documentos públicos, formação de quadrilha e estelionato.

Fonte:Rotapolicialfsa.Blogspot

PMs aprendem técnicas de defesa do Exército Israelense


Cerca de 150 policiais militares da Companhia Independente de Polícia Militar (18ª CIPM), em Periperi, participaram, na manhã desta quarta-feira (28/07), na quadra de esportes da Fundação Araketu, da aula de “Krav Magá” - defesa pessoal do Exército israelense. O objetivo é evitar o emprego de armas letais em diversas ações de policiamento ostensivo.

Durante a instrução, devidamente fardados e com o auxilio de bastões, os policiais militares desempenharam técnicas de imobilização e condução em diferentes situações de violência do dia a dia.

Reconhecida mundialmente como técnica de defesa pessoal, o “Krav Magá” consiste em respostas simples e rápidas utilizadas nas situações de risco, que mostra ao cidadão comum como se defender, independente do físico, idade ou sexo.

Fonte:Rotapolicialfsa.blogspot

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Policia Civil Nomeia Agentes e Escrivães


No Diário oficial do Estado da Bahia de n 20.328 com data de 28 de Julho de 2010, nomeia para o quadro de pessoal da Policia Civil da Bahia,120 Agentes e 40 Escrivães, por ordem de classificação. Os nomeados serão designados para um dos 417 municípios Baianos e irão somar ao efetivo da Segurança Pública no Estado, a espectativa é que a 16ª Coorpin com sede em jacobina que engloba administrativamente 19 municípios, possa ser agraciada com mais policiais, ainda há municipios que estão sem Agentes, Escrvães e Delegados,prejudicando desta forma o processo de investiação criminal

terça-feira, 27 de julho de 2010

Polícia Federal prende 20 suspeitos de pedofilia na internet

Material apreendido na Operação

Operação Tapete Persa já é a maior realizada no País contra pedofilia na internet. Entre os presos, há um coronel da PM

A Polícia Federal (PF) afirmou, nesta terça-feira, que 20 pessoas foram presas por suspeita de abusar sexualmente de crianças e praticar pedofilia na internet. Ao todo, 81 mandados de busca e apreensão foram expedidos em nove Estados e no Distrito Federal.

De acordo com o órgão, das prisões efetuadas até o momento, 13 ocorreram em São Paulo, duas no Paraná e duas no DF. Rio de Janeiro, Alagoas e Goiás têm um preso cada. Além disso, três pessoas que não estavam em casa quando os policiais chegaram foram indiciadas.

A PF confirmou que um coronel da Polícia Militar é um dos presos, mas ele não teve o nome divulgado. Policiais encontraram também na casa de alguns dos suspeitos maconha e anabolizantes.

"É um recorde de prisões em flagrante em relação a todas as operaçãos que a PF já fez de pedofilia na internet. Para gente, é um marco, um marco negativo, porque gostaríamos que as pessoas não praticassem esse delito abjeto", afirmou o delegado Stênio Santos Souza, do Grupo Especial de Combate aos Crimes de Ódio e à Pornografia Infantil na Internet (Gecop).

O delegado afirma que, além de crianças, nas imagens apreendidas há também bebês sendo abusados sexualmente por adultos. "São imagens degradantes que fazem com que a gente perceba que hoje há menos humanidade no mundo", lamentou e pediu que as pessoas colaborem denunciando suspeitos. "A gente precisa que todo mundo se sinta obrigado a fazer com que esse problema diminua".

Segundo o delegado Marcelo Bórsio, dos 20 casos de prisão, de 25% a 30% das pessoas que portavam material pornográfico também praticavam os abusos contra crianças. “É triste falar isso, mas essas pessoas que compartilham fotos também promovem os abusos sexuais infantis”, afirmou.

A Operação Tapete Persa conta com 400 agentes e faz parte de uma ação de caráter internacional, feita em cooperação com a Interpol e a Polícia Criminal de Baden-Württenberg, localizada no sudoeste da Alemanha.

Investigação

Segundo a PF, durante a Operação Perserttepich & Collection, deflagrada em junho de 2009, a polícia alemã monitorou redes na internet utilizadas para o compartilhamento de arquivos de imagens e vídeos de violência sexual contra crianças e adolescentes. Os fatos foram informados à representação da Interpol, no final do ano de 2008 e, a partir daí chegou ao conhecimento da Divisão de Direitos Humanos da Polícia Federal brasileira.

A partir disso, a unidade central da PF para crimes de pedofilia iniciou investigações preliminares para identificar os locais utilizados pelos suspeitos para cometimento dos crimes no País. Posteriormente, mediante autorização judicial e manifestação do Ministério Público Federal, a PF encaminhou para suas unidades os endereços dos suspeitos obtidos junto aos provedores de Internet, juntamente com videos e fotos que compravavam o crime.

Foram instaurados diversos inquéritos policiais, levantamentos de inteligência e solicitados mandados de busca e apreensão, visando à deflagração conjunta da Operação Tapete Persa nos Estados.

O nome da operação faz alusão a um dos vídeos compartilhados pelos pedófilos, em que se notam imagens degradantes de uma criança de aproximadamente seis anos de idade sendo abusada sexualmente, tendo como pano de fundo um tapete persa, que também é o significado do vocábulo “perserttepich”, em alemão. Os suspeitos, se condenados, podem pegar penas de até 15 anos de reclusão.

Fonte:ultimosegundo.ig

Polícia Militar prende grupo suspeito de furtar botijões de gás em Serrinha


Uma equipe da Companhia de Emprego Tático Operacional (CETO) do 16° BPM, formada pelos soldados Moura Mota, comandante da guarnição, Almeida, Marcondes e Santiago, prendeu na tarde de sábado (24), três pessoas suspeitas de integrar um grupo que roubava botijões de gás na cidade de Serrinha.

Frorisvaldo dos Santos, conhecido como “Bira”, Manuel Sergio de Oliveira, o “Neto” e Dione Ferreira da Silva, estão presos na delegacia da polícia judiciária.

Eles seriam responsáveis pelo roubo de 16 botijões da empresa Minas Gás na última sexta-feira (23).

Através de uma investigação minuciosa e rápida a polícia conseguiu chegar primeiro a Dione Ferreira, um dos suspeitos. Ele negou que tivesse participado do roubo e indicou o local onde residem os outros dois acusados.

Um homem identificado pelo pré-nome de Washington, que teria envolvimento com o grupo, está sendo procurado. A polícia fez diligências e encontrou sete botijões que estavam escondidos na casa dele.

Os acusados estão presos à disposição da Justiça.

Fonte:Blog do Clériston Silva

PF DEFLAGRA OPERAÇÃO TAPETE PERSA PARA COMBATE À PEDOFILIA

Apreensão feita no Rio Grande do Sul

Brasília/DF - A Polícia Federal deflagra nesta terça-feira, dia 27, a Operação Tapete Persa, para combate à exploração, abuso sexual e pedofilia na Internet. A previsão é que sejam cumpridos 81 mandados de busca e apreensão em nove estados (Alagoas, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo) e no Distrito Federal, com a participação de mais de 400 policiais federais.

Coordenada em âmbito nacional pela Divisão de Direitos Humanos da PF, por meio do seu Grupo Especial de Combate aos Crimes de Ódio e à Pornografia Infantil na Internet (GECOP), trata-se de uma ação de caráter internacional, em cooperação com a Interpol e a Polícia Criminal de Baden-Württenberg , localizada no sudoeste da Alemanha.

Durante a Operação Perserttepich & Collection, deflagrada em junho de 2009, a polícia alemã realizou o monitoramento de redes ponto-a-ponto (P2P) na Internet, utilizadas para o compartilhamento dos mais diversos arquivos digitais, dentre eles imagens e vídeos de violência sexual contra crianças e adolescentes.

O nome da operação faz alusão a um dos vídeos compartilhados pelos pedófilos, em que se notam imagens degradantes de uma criança de aproximadamente seis anos de idade sendo abusada sexualmente, tendo como pano de fundo um tapete persa, que também é o significado do vocábulo “perserttepich”, em alemão.

Após realizar a varredura da rede mundial de computadores, em busca de criminosos que estariam distribuindo, compartilhando e divulgando tais materiais criminosos já conhecidos, a polícia alemã identificou milhares de usuários em todo o mundo, inclusive no Brasil, realizando a conduta ilícita.

Mediante cooperação internacional, os fatos foram informados à representação da Interpol, no final do ano de 2008 e, a partir desta, chegou ao conhecimento da Divisão de Direitos Humanos da Polícia Federal.

Ainda no primeiro semestre de 2009, a unidade central da PF para crimes de pedofilia iniciou investigações preliminares para identificação dos locais utilizados pelos suspeitos para cometimento dos crimes no Brasil e individualização de cada um das condutas praticadas.
Posteriormente, mediante fundamentada autorização judicial da 12ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal, e manifestação do Ministério Público Federal, a PF encaminhou para suas unidades descentralizadas os endereços dos suspeitos obtidos junto aos provedores de Internet, juntamente com a prova da materialidade delitiva.

A partir daí, foram instaurados diversos inquéritos policiais, levantamentos de inteligência e solicitados mandados de busca e apreensão, visando à deflagração conjunta da Operação Tapete Persa nos estados.

Caso sejam encontrados imagens ou vídeos retratando cenas de exploração ou abuso sexual, além do crime de divulgação de tais imagens na rede mundial de computadores, previsto no art. 241-A, da Lei 8069/90 (ECA), os infratores poderão ser presos em flagrante delito por posse de pornografia infantil (art. 241-B, do ECA), sem prejuízo de responsabilização criminal por outras condutas conexas e pagamento de multa.

É importante ressaltar que a Constituição Federal prevê, no artigo 227, a proteção integral de crianças e adolescentes como prioridade absoluta e que, somadas as penas, os criminosos poderão, se condenados, permanecer por mais de 15 anos em reclusão.

Fonte:DPF

PRF apreende 20kg de pasta base durante ação do GOC na BR-174

A Cadela farejadora Poly e a droga Apreendida

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), por intermédio do Grupo de Operações com Cães (GOC), apreendeu cerca de 20kg de pasta base de cocaína em Glória D'Oeste (MT), na BR-174. O flagrante aconteceu segunda-feira (27), quando a cadela farejadora Poly localizou 46 pacotes da droga no VW/Polo, placas NEW 6284/PA. O motorista, um homem, de 23 anos, foi detido em flagrante. Com ele também foram apreendidos onze comprimidos de anfetamina (Desobesi).

Ocorrência encaminhada à Polícia Federal, em Cáceres (MT).

Fonte:DPRF

PRF CAPIM GROSSO PRENDE DOIS CONDUTORES DIRIGINDO SOB EFEITO DE ÁLCOOL

Ilustração Boletim Policial

Em Capim Grosso, KM 232 ( próximo ao povoado de Vila Cardoso ) da BR 407, às 14:50h do dia 24/07/2010, foi preso Galdino Rosa das Neves, 40 anos,condutor do veículo Honda/CG 125, placa MTI 8772/ES, por conduzir veiculo automotor sob efeito de álcool. Ocorrência encaminhada à Polícia Civil local.
Durante fiscalização na BR 324, no dia 25/07/2010, Km 359 ( ÁREA DO POSTO PRF DE CAPIM GROSSO ) foi parado o veículo F 4000, placa GXG-5922, conduzido pelo Sr. Joselino da Silva Macedo. Ao ser aplicado o teste do etilômetro, foi verificado a ingestão de álcool com o resultado de 0,42 mg de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, sendo que o limite que não caracteriza crime de trânsito, é de 0,29mg/l. O veículo encontrava-se carregado de explosivos tipo DINAMITE,ficando retido no Posto PRF Capim Grosso até apresentação de condutor habilitado. Condutor foi apresentado a DEPOL de Capim Grosso para os procedimentos legais.

Fonte:Inspetor Lopes junior

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Programa de prevenção às drogas é aplicado em Morro do Chapéu

Autoridades Presentes

Mais uma cidade na Bahia é contemplada pelo Programa de Resistência às Drogas e a Violência (PROERD) que consiste num esforço cooperativo da Polícia Militar, Governo Municipal, Escola e Família, visando por meio de atividades educacionais em sala de aula, prevenir o uso e abuso de drogas (lícitas e ilícitas).

Desta vez o Proerd será aplicado em Morro do Chapéu. A apresentação do programa aconteceu na noite 22/07 no auditório da Câmara Municipal e foi prestigiada por secretários e vereadores municipais, professores, representantes do conselho tutelar, autoridades civis e eclesiásticas, dentre elas a Delegada de Polícia Drª. Lucia Jansen, o 1º Ten PM Joel Soares, Sr. Prefeito Cleová Barreto, Presidente da Câmara de Vereadores, Sr. João Humberto, Secretário Municipal de Cultura, Sr. Milton Pinto, Secretária de Educação Srª Deuraci, Diretora do Colégio Jubilino Cunegundes, Srª Milena Paula, CAP. Josué e o Delegado dos Direitos Humanos, Pr. José Neto.

O QUE É O PROERD?

É um Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência que constitui uma forma de atuação da Polícia Militar, voltada para a prevenção ao uso indevido de drogas, violência e as ações de vandalismo e formação de gangues entre jovens.

MISSÃO
: Através do esforço cooperativo da Polícia Militar, Escola e Família oferecer atividades educacional em sala de aula, a fim de prevenir ou reduzir o uso de drogas e a violência entre as crianças e adolescentes com idade 9 e 14 anos (5º e 7º ano)

ORIGEM E EXTENSÃO
O “PROERD” tem por base o Projeto DARE (Drug Abuse Resistance Educacional), implantando em 1983 em Los Angeles (EUA) pelos Departamentos de Polícia e de Educação daquela Cidade.

FORMATURA Ao final do curso, será realizada uma formatura contendo um kit PROERD (camiseta e boné) e um certificado de conclusão com aproveitamento no curso, em uma solenidade específica com a participação dos pais, professores e toda comunidade, onde a criança firmará o compromisso público de resistir as drogas e a violência. Como parte da programação a CAP PM CMT da 4ª CIA/PM Sheila Karina fez a abertura da apresentação do programa, onde o coordenador do curso na região o 1º Ten PM Josemar Guimarães, fez a exposição do programa aos presentes, por meio de slides, onde mostrou o histórico do programa, objetivos, funcionalidade e metodologia de aplicação, também foram apresentados os instrutores do programa em Morro do Chapéu. O prefeito Cleová Barreto, enfatizou a importância do projeto para cidade e da luta para combater o uso de drogas em Morro do Chapéu, o que já é uma preocupação maior para as autoridades da cidade, mas com o apoio do projeto juntamente com a polícia civil e militar, espera sanar esse problema, visto que já sabido de muitos até mesmo o uso de drogas “pesadas” como crack, entre outras. Muito contente com o projeto, finalizou o Sr. Prefeito demonstrando seu apoio a implantação e desenvolvimento das ações, ao mesmo tempo em que agradeceu a capitã Sheila Karina e ao TEN PM Guimarães, coordenador setorial do programa, pelo empenho na concretização do Proerd para o município.


Fonte:www.blitztotal.com.br

Policial Militar mata outro PM a tiros em Feira de Santana

O soldado Joelson Rodrigues de Carvalho foi morto depois de ser atingido por vários tiros disparados por Rodrigo Cabral da Silva durante uma discussão entre os dois

Um Policial Militar foi preso na noite de domingo (25) em Feira de Santana, a 109 km de Salvador, acusado de ter matado outro PM durante uma festa. Segundo informações da TV Bahia, os dois não estavam fardados. O soldado Joelson Rodrigues de Carvalho foi morto depois de ser atingido por vários tiros disparados por Rodrigo Cabral da Silva durante uma discussão entre os dois. Ainda não há informações sobre o motivo que levou os PMs a discutirem. A 1ª Delegacia (Feira de Santana), investiga o crime.

Fonte:correio 24horas

Salvador::Alunos armados da PM atuam nas ruas

Dupla de policiais ainda em fase de formação, mas já portando armas nas ruas

A formatura seria no próximo dia 13 de agosto, foi desmarcada e não tem data para acontecer. Enquanto isso, alunos-soldados da Polícia Militar (PM), que já cumpriram a carga horária de 60 horas de estágio nas ruas, continuam escalados para plantões - de domingo a domingo. Em duplas e armados, eles fazem patrulhas sem supervisão de policiais experientes.

Frustrados, muitos reclamam da qualidade da capacitação que recebem, da vulnerabilidade ao serem colocados nas ruas armados sem se sentirem habilitados para tanto e, ainda, da exploração financeira. Esta última por serem remunerados como alunos, recebendo um salário mínimo - valor bruto (ver fac-símile abaixo). Formados, passam a ganhar como soldados, cerca de R$ 1,5 mil.

Segundo alunos-policiais de Salvador que conversaram com A TARDE, as duplas são deixadas nos pontos de trabalho às 7h, apenas com as armas e um rádio para pedir apoio, se necessário. Elas ficam em vários pontos da cidade, como orla, Abaeté, estações de transbordo, Cajazeiras, Nordeste de Amaralina e Cosme de Farias.

Polícia Militar rebate denúncias - O tenente-coronel Sérgio Baqueiro, diretor adjunto de comunicação social da PM, diz que a formatura dos soldados está marcada inicialmente para o dia 22 de outubro e que o adiamento deveu-se a questões administrativas de ajuste curricular. O tenente-coronel nega que haja aulas vagas no curso de formação e destaca a preocupação com a formação do novo quadro.

Esta anunciada preocupação também seria a justificativa para os alunos estarem nas ruas por mais tempo. “Estamos intercalando uma semana de aula teórica com uma de estágio. Desenvolvemos esta metodologia visando a melhoria da qualidade do ensino, pois assim eles (os alunos) podem ver na prática e trazer a experiência para a sala de aula”, destaca o tenente-coronel Baqueiro.

Baqueiro também refuta as informações que os alunos estão nas ruas sem supervisão e que não têm preparo para manusear armas. Sobre a supervisão, o comando da Polícia Militar informa que viaturas circulam nos pontos onde estão trabalhando os alunos-policiais, sempre observando a atuação desse efetivo ainda em formação.

MP começa a investigar a situação - As irregularidades no curso de formação de soldado da Polícia Militar motivaram a Associação dos Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra-BA) a protocolar duas representações junto ao Ministério Público do Estado MP-BA), a última delas dia 15 de julho.

O caso está nas mãos da promotora Patrícia Medrado, que o recebeu no dia 9 de julho. Segundo a assessoria de imprensa do MP, a promotora, que atua no Grupo de Atuação Especial de Defesa do Patrimônio Público e da Moralidade Administrativa (Gepam), enviou um ofício ao comando geral da Polícia Militar solicitando informações. O prazo para a PM se manifestar é de 10 dias úteis a contar da data do recebimento do ofício. A assessoria não soube precisar o tempo final do prazo.

“O que está acontecendo é uma aberração. O governo está explorando mão-de-obra barata. Os alunos estão nas ruas sete dias por semana, têm curso no turno oposto e alguns ainda tiram serviço no quartel”, acusa Marco Prisco, da Aspra-BA.

Fonte: A Tarde

Jacobina:PM em Ação:Dois Homens são Presoos pela Policia Militar no final de Semana


Motorista alcoolizado é preso após colidir com veiculo na Jacobina 3

Valdir de Jesus Bastos(Foto), dirigia alcoolizado um veiculo Ford Cargo, placa JRA 6413, licença de Feira de Santana, colidiu com um veiculo Gol, quando manobrava o caminhão no bairro Jacobina 3. A PM foi ao local do acidente onde encontrou Valdir, totalmente bêbado, ao conduzi-lo a Depol foi submetido ao teste do etilômetro, quando foi constatado altíssimo nível de álcool no sangue, 1,14 mg por litro de ar expelido pelos pulmões. Ele foi flagranteado pelo delegado plantonista, Dr. Mario Alves de Lima e continua preso. A empresa que ele trabalha foi contatada para pagar fiança, mas se negou, fazendo apenas a retirada do caminhão. Valdir tem a te a próxima terça feira para pagar a fiança, caso contrario ficará aguardando a decisão judicial na cadeia.

PM prende homem por porte de cartuchos de arma de fogo

A Policia Militar conduziu ao complexo policial no final de semana, Altino Alves Araújo Filho, 26 morador na bananeira. Com ele os PMs encontraram dois cartuchos de espingarda calibre 12, dentro do bolso. De acordo com o delegado portar cartuchos encorre no mesmo crime que carregar portar uma arma de fogo. Altino o continua custodiado, a disposição da Justiça.

Art. 14. do CPB, diz que: Portar, deter, adquirir, fornecer, receber, ter em depósito, transportar, ceder, ainda que gratuitamente, emprestar, remeter, empregar, manter sob guarda ou ocultar arma de fogo, acessório ou munição, de uso permitido, sem autorização e em desacordo com determinação legal ou regulamentar:

Pena - reclusão, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa.

Parágrafo único. O crime previsto neste artigo é inafiançável, salvo quando a arma de fogo estiver registrada em nome do agente.

Fonte:O Povo Quer Saber / Antonio Carlos Alves

domingo, 25 de julho de 2010

Brasilia:Réus beneficiados, sociedade desprotegida

Adriana Bernardes

Publicação: 25/07/2010 07:31

Duas histórias e um único enredo. Dois sentenciados pela Justiça conquistam o direito de viver em liberdade antes de cumprir a pena a que foram condenados e, logo após deixarem a prisão, voltam a matar. Adaylton Nascimento Neiva, 31 anos, é assassino confesso de 10 mulheres. O pedreiro Ademar de Jesus da Silva, 40 anos, matou sete meninos em Luziânia (GO) em menos de um mês. Dois assassinos em série foram postos na rua pelo Judiciário, apesar da existência de pelo menos dois laudos criminológicos atestarem a periculosidade e a necessidade de tratamento.

Promotores e advogados criminalistas ouvidos pelo Correio discordam sobre o assunto. Até 31 de novembro de 2003, o laudo criminológico era obrigatório para que se concedesse a progressão do regime (veja O que diz a lei). Mas o Congresso Nacional modificou a lei e, a partir de 1º de dezembro de 2003, o exame passou a ser facultativo.

Depois disso, fica a critério do Ministério Público pedir o exame, o que geralmente é feito quando o criminoso comete crimes violentos. Mas o juiz da Vara de Execuções Penais tem autonomia para solicitar ou não a avaliação da equipe de psicólogos e psiquiatras do sistema prisional. Adaylton e Ademar foram submetidos a exames, cujo resultado — demonstrando a periculosidade deles — foi insuficiente para convencer os juízes a manterem os dois criminosos presos.

Promotor de Justiça Criminal do Ministério Público de Minas Gerais, Lélio Braga Calhau

defende o exame, mas diz que há resistência por parte dos juízes e dos advogados criminalistas. “Os juízes acham que ele não é um instrumento confiável para manter ou não o sentenciado na prisão. Já os advogados têm o maior interesse em que seus clientes ganhem logo as ruas”, afirma. “Um exame benfeito aponta se o paciente é sociopata, se ele está ou não manipulando as pessoas para sair antes do fim da pena.”

Contradição
Na avaliação do advogado criminalista e professor de direito penal Raul Livino, o episódio protagonizado por Adaylton e Ademar reflete problemas estruturais da Justiça brasileira. “Como é que um sujeito é condenado ali em Goiás e o juiz do Distrito Federal não tem essa informação on-line, em tempo real? O Estado brasileiro deveria ser responsabilizado por essas tragédias”, defende.

Quanto aos laudos criminológicos, Livino diz que falta clareza aos profissionais que elaboram o documento: “O psiquiatra e o psicólogo atuam numa linha cinzenta, atrapalhando. Esse pessoal tem que ser mais claro, mais preciso. Ou o sentenciado tem condição de viver em sociedade ou não tem. Não pode haver ambiguidade”.

Livino concorda que, em casos como os de Adaylton e de Ademar — em que houve contradição entre o laudo criminológico e os relatórios —, o juiz poderia pedir um novo exame antes de decidir pela progressão do regime. “Mas o direito penal é o direito do miserável. Quem tem dinheiro escapa. O juiz está muito bem-intencionado ao conceder a progressão de regime”, acredita.

Em entrevista ao Correio em 18 de abril de 2010, Ilana Casoy, especialista em serial killers, defendeu a inclusão na legislação brasileira de um artigo específico para essa categoria de criminosos: “É preciso ter um artigo na lei para que as pessoas batam o olho e digam: ‘Esse cara é um assassino em série. É preciso reconhecer a existência dele’”.


O que diz a lei

Redução de pena

A Lei nº 7.210, de 11 de julho de 1984, de Execuções Penais (LEP), estabelece as regras para reduzir a pena de um condenado. Cabe ao juiz da Vara de Execução penal decidir sobre a transferência do regime mais rigoroso para o menos rigoroso, que pode ser o semiaberto, a prisão domiciliar ou o aberto. A decisão do juiz de reduzir a pena precisa ser acompanhada de manifestação do Ministério Público e da Defensoria Pública. O preso que trabalhar poderá diminuir o tempo de pena. A cada três dias trabalhados, é reduzido um dia. O juiz poderá estabelecer condições especiais para a concessão de regime aberto. Determinar horário para voltar para casa, limitar a saída da cidade à concessão de autorização judicial e comparecer à vara para prestar contas são algumas das concessões previstas em lei.

Soltura sem critérios

Promotor Criminal da 2ª Promotoria de Luziânia, Sebastião Marcos Martins diz que, pelo menos nos dois casos que ganharam repercussão na mídia — os de Ademar de Jesus Silva e Adaylton Nascimento Neiva —, havia laudo criminológico, uma exceção à regra. “Na maioria das vezes, o Estado não faz laudo nenhum. A prática é soltar sem qualquer avaliação. A execução penal não funciona. É instituição falida”, lamenta o magistrado.

Na opinião de Maria José Miranda, titular da promotoria do Júri de Brasília e da Promotoria de Execuções Penais e Medidas Alternativas, os dois casos são um reflexo da permissividade da lei penal brasileira: “Culturalmente, o nosso sistema jurídico é altamente protetor do criminoso. É garantista, minimalista, abolicionista e protecionista de criminoso. Isso se reverte em desproteção da sociedade ordeira, das pessoas de bem.”

A promotora é uma crítica ferrenha de duas alterações na legislação brasileira: a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que declarou a Lei de Crimes Hediondos inconstitucional (leia Para saber mais) e a mudança que acabou com a obrigatoriedade do laudo criminológico para conceder a progressão de regime. “Se o Ministério da Justiça estivesse preocupado em zelar pela sociedade, teria investido na contratação de profissionais para que os exames fossem feitos dentro do prazo, sem atrasar o direito do preso e não abolir a obrigatoriedade da avaliação”, defende.

Para saber mais
Mudança legal

Depois que a Lei dos Crimes Hediondos foi considerada inconstitucional, em 2006, os condenados por assassinatos, estupros e extorsão mediante sequestro passaram a ter o direito de progressão de regime após cumprirem um sexto da pena. Ou seja, condenados a 30 anos de cadeia podem obter a liberdade depois de ficar apenas cinco anos em reclusão. Antes da decisão do STF, eles só ganhavam as ruas após 20 anos presos. Agora, vale a lei de execuções penais: basta cumprir um sexto da pena para ter direito à progressão de regime.

 - ()
Fonte:Correio Brasilense

Itabuna:Cem vidas foram ceifadas em seis meses

Segundo o delegado Moisés Damasceno, maioria das mortes está ligada ao tráfico

O XilindróWeb noticia um dado que vai muito além da frieza dos números: cem vidas foram ceifadas em Itabuna de 1º de janeiro a 30 de junho. É quase que uma morte a cada dois dias.

O número assombroso é confirmado pela 6ª Coordenadoria de Policiamento do Interior (Corpin). O delegado regional Moisés Damasceno aponta o perfil das vítimas e a motivação da maioria dos crimes.


Os mortos geralmente têm entre 15 e 28 anos, nem concluíram o ensino médio e possuem algum tipo de ligação com o tráfico de drogas.


Os assassinatos, invariavelmente, são motivados por dívida ou disputa pelo ponto para o tráfico. A polícia ainda aponta outro problema: cresceu – e muito – o número de armas de fogo em circulação no município.


A Polícia Militar, observa Damasceno, efetua uma média de duas a cinco apreensões de armas por dia. Quase que literalmente, as armas estão “parindo” em Itabuna.


Fonte:radar64

Rio:Um ano na vidraça em mês tenso

Comandante da PM do Rio de Janeiro,Temos grandes eventos pela frente, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, e precisamos evoluir | Foto: Paulo Araújo / Agência O Dia
O mês em que o coronel Mário Sérgio Duarte completa um ano como comandante-geral da Polícia Militar foi marcado por tragédias envolvendo a corporação. A mais emblemática delas foi a morte de Wesley Gilber Rodrigues de Andrade, 11 anos, atingido por uma bala perdida dentro de um Ciep em Costa Barros durante operação da PM. A corregedoria apura o que deu errado na ação que o oficial classifica como “grande fiasco”. Outro caso foi o de policiais acusados de tentar extorquir o motorista que atropelou o filho da atriz Cissa Guimarães. Enquanto isso, o comandante coloca em prática seus planos para aprimorar a corporação. Ele já devolveu às ruas 2.200 PMs que estavam em outras funções, ganhou quase 3 mil novos soldados e modificou o concurso da instituição.
O DIA: O que deu errado na operação que acabou com a morte de Wesley?

Mário Sérgio: Se o risco dessa operação acabou se confirmando com a morte de uma criança, é lógico que a operação foi um grande fiasco. Não significa que não houve cuidado no planejamento, mas a operação deu errado. Então vamos ver o que faltou. Na terça-feira anterior, tinha reunido comandantes dos chefes operacionais especiais para reiterar nossa política, porque uma grávida inocente havia sido baleada. Ninguém hoje na Polícia Militar pode dizer que não conhece nossa política.

O DIA:
Aquela operação não deveria ter sido feita?

Isso a investigação vai nos dizer. Se há uma escola que fica na linha de tiro por onde você vai entrar, não se entra por ali. Esse é um dos pontos da nossa investigação. Se a passarela onde os policiais estavam, em frente à escola, deixava o local em risco, é um fator de erro. Mas Costa Barros faz parte das considerações para receber uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP). Não posso garantir quando. Temos uma boa política de combate ao narcotráfico, mas de combate para a pacificação.


O DIA:
Tem como delimitar um raio de não-atuação da PM perto de escolas?

É complicado. Às vezes, a escola está distante, mas na direção do tiro. A análise tem que ser pontual. Um tiro de fuzil chega a três quilômetros.


O DIA:
Como prevenir acidentes?

Agora vou acompanhar tudo mais de perto. É claro que não dá para saber detalhes de todas as operações, mas quero saber quando vão ocorrer, os objetivos e recomendar cuidados.


O DIA:
E o caso do filho da atriz Cissa Guimarães?

Nos causou uma grande indignação. Estou envergonhado. Os detalhes dos depoimentos são estarrecedores. Não é isso que esperamos dos integrantes de nossa instituição. Havia indício de que o carro estava envolvido no acidente, eles (PMs) deveriam ter pego o rádio e avisado que havia um carro naquela situação. Fomos até o extremo que a lei permite. Mandei prendê-los.


O DIA:
Como o senhor conseguiu colocar 2.200 policiais nas ruas sem fazer concurso?

Havia pessoas desviadas para funções internas e estruturas administrativas com efetivo de batalhão. Também alguns serviços, como alguns Postos de Policiamento Comunitário (PPC) nas favelas, já não eram mais efetivos. Não fazia nenhuma diferença 3 ou 4 policiais por dia numa área de mais de 100 criminosos fortemente armados. No total, davam mais de 400 homens que poderiam estar nas ruas.

O DIA:
E o que o senhor via que precisava ser mudado?

A Polícia Militar havia se transformado numa estrutura de poder preterindo aquilo que deve ser a corporação, que é uma estrutura de prestação de serviço público. Ela tinha se tornado aparentemente ausente das ruas. Tínhamos que devolver a ostensividade da Polícia Militar. A polícia tem o dever de ser vista para dissuadir o criminoso. Os índices de criminalidade estavam crescendo de uma forma estratosférica. Isso me incomodava muito porque vários daqueles índices estavam ligados à ação da polícia de prevenção.


O DIA:
Por que reformular o concurso para a PM?

Abríamos concurso para 4 mil pessoas e não conseguíamos selecionar. Tinha um exame de matemática que derrubava muito, exames psicológicos com exigências inadequadas. Nosso saber tem que ser sustentado na antropologia, na ciência política, na filosofia.


O DIA:
O senhor encontrou mais dificuldade em organizar a parte administrativa ou operacional ?

A administrativa. A gente quer trazer novidades e os policiais, em todos os níveis, acreditam que mexer nisso é mexer na essência da corporação. Eles precisam entender que estamos mexendo só naquilo que pode. Temos grandes eventos pela frente, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, e precisamos evoluir. Temos que arrumar a casa hoje e também preparar a instituição para o futuro.


O DIA:
O senhor sofreu muitas críticas promovendo essas mudanças?

Sofro e acho natural. A maior foi a disciplinar, quando determinamos que o homem não deveria ser preso por qualquer coisa, só em ocasiões muito especiais. Prendia-se por qualquer motivo.


O DIA:
Qual é o maior problema da corporação?

É o desvio de conduta. O policial trabalha tão próximo do crime que muitas vezes agrega os valores do criminoso. Criamos um filme e uma peça com policiais que foram expulsos por desvio de conduta. Eles serão apresentados nos quartéis. O policial também precisa ser tratado. Tem que cobrar, mas dizer da sua importância para a sociedade. Por mais que você prepare um homem, você não tira os impulsos dele. Ele não é um robô. A gente expulsa, prende e mesmo assim isso acontece. A maioria dos soldados é afastada por problemas psiquiátricos, muitos adquiridos durante o serviço. Por isso, estamos aumentando o quadro de psicólogos e os PMs serão submetidos a testes constantes. Um outro compromisso é modernizar a corregedoria. Em 60 dias, ela vai para o antigo Laboratório Industrial Farmacêutico em São Gonçalo. Lá, vão funcionar comissões disciplinares que não ficarão mais nos batalhões. É preciso mais independência na hora do julgamento.


O DIA:
Qual foi o seu pior momento até agora no comando?

O pior e de maior dor foi o episódio do helicóptero. Eu estava em casa, havia escutado os tiros e comecei a fazer contato com o pessoal da área. Quando chegou a notícia que dois policiais haviam morrido foi muito difícil. É algo que a gente acredita que nunca mais vai acontecer. O Rio já vive um momento muito diferente.

O DIA:
O senhor apontaria algum erro de sua gestão?

Sim. Errei quando pensei em extinguir o Grupamento Especial de Policiamento em Estádios. E também ao nomear comandantes que acabaram se tornando complicadores.


O DIA:
Salário é um dos problemas da corporação. Mês passado houve um reajuste.

Ganhamos também algumas gratificações. A primeira negociação foi tensa. Essa última foi exaustiva mas saímos satisfeitos. Pensávamos que fôssemos iniciar 2011 tendo que negociar salário.

Fonte: O Dia

Segurança Coronel da PM mata assaltante que tentou roubá-lo

Uma tentativa de assalto, ocorrida na noite desta sexta-feira (23), acabou muito mal para os bandidos. Os dois homens tentaram roubar um carro na avenida Dorival Caimmy, em Itapuã, mas não sabiam que a vítima era um coronel da Polícia Militar (PM).

Houve uma traca de tiros e um ladrão morreu, e o outro foi baleado. O assaltante que foi atingido por um projétil continua internado no Hospital Geral do Estado (HGE).

As informações são da Central de Telecomunicações das Polícias Civil e Militar (Centel). Os homens, identificados como Denival Santos de Oliveira e Rafael Damasceno da Silva deram voz de assalto ao coronel, identificado apenas como Ferreira, por volta das 18h30.

A 12ª Delegacia de Itapuã investiga o caso.

Fonte:Tribuna da Bahia

Comoção no enterro de Tenente, ele é o 13º PM assassinado este ano

Com muita emoção e homenagens da Polícia Militar, foi enterrado na tarde deste sábado no Cemitério do Campo Santo, no bairro da Federação, o corpo do tenente Jean Santos Oliveira, 26 anos. Baleado na noite da última quinta, em Boa Vista de Brotas, ele morreu ontem pela manhã no Hospital da Bahia, na Pituba.



Enterro ocorreu no Cemitério do Campo Santo, na Federação

Com a morte do tenente, 26 anos, subiu para 13 o número de policiais militares assassinados neste ano na Bahia, dois deles em serviço. Jean estava deixando a namorada em casa quando foi atingido por um tiro na cabeça.


Familares e amigos fizeram suas homenagems ao PM assassinado

Ainda não se tem conhecimento se o policial reagiu ou foi reconhecido - numa tentativa frustrada de assalto - ou se a morte está relacionada com a função exercida pela vítima. Segundo o chefe da assessoria de comunicação da PM, capitão Marcelo Pitta, o carro do tenente e sua arma já foram periciados e testemunhas prestaram depoimento. A investigação é conduzida por agentes da 6ª Delegacia da Polícia Civil, nos Galés, com acompanhamento da PM. No ano passado, a corporação registrou 20 policiais assassinados.

O crime
Na quinta-feira (22), o tenente Jean Santos, que não estava fardado, foi atingido com um tiro na cabeça quando voltava para casa, no Engenho Velho de Brotas. Os criminosos conseguiram fugir e ainda não foram presos.

Segundo agentes da 6ª Delegacia, a delegada titular Maria Fernanda Porfírio de Souza cuidou pessoalmente do caso e ouviu testemunhas durante todo o final da noite desta quinta. Aprovado na PM em concurso realizado em 2006 (mas homologado em 2008), Jean era lotado na 16ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Comércio).

Fonte:correio24horas

sábado, 24 de julho de 2010

Sergio Passos cobra segurança para Jacobina e Capim Grosso

DEP Estadual Sergio Passos

Em pronunciamento na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Sérgio Passos (PSDB) se diz bastante preocupado com o aumento da violência nos municípios de Jacobina e Capim Grosso. Ele chama a atenção para o critério da Secretaria de Segurança Pública na distribuição de viaturas policiais, quando Jacobina e Capim Grosso, as duas maiores cidades da região, acabaram sendo preteridas. ?Se fossem levados em conta critérios operacionais e estratégicos, com certeza, Jacobina e Capim Grosso deveriam ter sido os primeiros municípios a ser contemplados com as novas viaturas. Além da precariedade desses instrumentos, essas duas cidades lideram os índices de violência na região?, observou Passos. Sérgio Passos afirmou que fez indicações de novas viaturas para todos os municípios da região de Jacobina, mas, Capim Grosso é um caso especial, pois se encontro complemente desprotegido, com a única viatura, que serve a Polícia Militar, a espera de conserto. ?Além de dois assaltos a banco, roubos e arrombamentos, Capim Grosso tem registrado homicídio praticados contra trabalhadores, a exemplo dos moto-taxistas, alvo da sanha de latrocidas?, denuncia o deputado. O deputado relatou ainda que em 2007, no seu primeiro ano de mandato, esteve Cel. Antônio Jorge Ribeiro de Santana, então comandante Geral da PM na Bahia, que o recebeu em audiência acompanhado de Sivaldo Rios e o ex-prefeito Cesiano Carlos do Nascimento (César do PT), duas importantes lideranças política daquele município. Na época ficou acertada a implantação de uma Companhia da Policia Militar, que beneficiaria outros municípios vizinhos, a exemplo de São José de Jacuípe, Gavião, Várzea da Roça e Mairi, ?O Cel. Santana foi bastante receptivo a proposta de transformar o Pelotão da PM em Capim Grosso numa Companhia Independente, com mais autonomia e melhor estrutura para fazer a segurança pública naquele município?, contou. O deputado Sérgio Passos lamentou também que, três anos depois, a proposta continue engavetada, sem nenhuma ação prática para transformar o Pelotão da PM em Capim Grosso numa Companhia Independente, desvinculando-se de Jacobina. ?Infelizmente, o deputado não tem a caneta na mão; ele pede, reivindica, mostra as necessidades, mas vai sempre depender de decisões de governo?, lamenta Passos.

Fonte: O Povo quer saber

sexta-feira, 23 de julho de 2010

PRF:PRENDE CONDUTOR SEM CNH ENVOLVIDO EM ACIDENTE

Sr José Rodrigues dos Santos
GM S/10
GM S/10
A Polícia Rodoviária Federal de Sr. Do Bonfim, prendeu na manhã do dia 22/07 , o Sr. José Rodrigues dos Santos, 48 anos, condutor do veículo GM/S10, placa BTL-9921. O referido condutor, que não possui CNH, envolveu-se em acidente de trânsito no Km 115 da BR 407, quando colidiu seu veículo contra o caminhão Volvo/FH 440, placa NTH-3564,conduzido por Adno José Silva dos
Santos, 28 anos, sendo autuado, conforme prevê o Código de Trânsito Brasileiro e conduzido a Depol de Sr. do Bonfim, para as medidas cabíveis.

FONTE: Insp. Lopes Júnior

23 de Julho dia do Guarda ou Policial Rodoviário

Operacional
Patrulhamento Motocicleta
1ª MOTOCICLETA
1ª Tropa

Com a denominação de "Polícia das Estradas", o governo de Washington Luís criou, em 1928, um batalhão de 60 homens para fiscalizar a recém inaugurada Via Anchieta, dando origem ao que hoje conhecemos como Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv).

Cabe à Polícia Rodoviária zelar pela segurança do trânsito nas rodovias federais, orientando condutores e punindo os infratores, com base no Código Nacional de Trânsito. Mas no dia a dia do trabalho, são muitas as atividades, riscos e desafios: o policial socorre vítimas de acidentes, atende moradores das margens das rodovias em dificuldades, fiscaliza o transporte de cargas e atua no combate a exploração sexual de crianças e adolescentes, além de participar de campanhas educativas.

Para o exercício destas atividades, a corporação conta com bafômetros, radares, viaturas e armamentos. Em 1989, foi criado o TOR (Patrulhamento Tático Ostensivo Rodoviário), composto de viaturas equipadas com armamento de grande porte, para o combate às quadrilhas organizadas, especializadas em roubo de cargas e veículos, contrabandos e tráfico de drogas.

Aos nobres Policiais Rodoviários Estaduais e Federais da nossa macro região, os nossos sinceros parabens e votos de muita felicidade e sucesso.

Fonte:O POVO QUER SABER/MARAVILHA NOTIIAS/INCLUSÃO FOTOS BOLETIM POLICIAL

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Prorrogado prazo de validade de concurso para Polícia Militar


O Governo da Bahia prorrogou por doze meses - até 22 de julho de 2011 - o prazo de validade do concurso para soldado e bombeiro da PM, com oferta de 3,2 mil vagas, que teve as provas objetiva e discursiva aplicadas em março de 2009. O ato foi assinado pelo secretário da Administração, Manoel Vitório, e o comandante geral da PM, Nilton Mascarenhas.

Com a prorrogação, a Polícia Militar poderá convocar novos candidatos habilitados no concurso para exames pré-admissionais, dando seqüência ao processo de seleção. Até agora, 4.261 candidatos habilitados foram convocados para entrega de documentos e matrícula no curso de formação. Eles fizeram os exames pré-admissionais (teste de aptidão física, avaliação psicológica e exame médico), além de investigação social, pré-requisitos para matrícula no curso de formação para ingresso na PM. Destes, ainda segundo informações da Polícia Militar, 2.870 atenderam aos requisitos para ocupar o cargo.

O edital do concurso prevê o provimento de 2,8 mil cargos para o Quadro de Praças Policiais Militares (QPPM) e 400 para o Quadro de Praças Bombeiros Militares (QPBM). “Nos últimos três anos, o governo convocou mais de seis mil novos policiais para a Polícia Militar, o que corresponde aproximadamente ao efetivo da polícia de Sergipe”, explica Manoel Vitório, destacando ainda que a prorrogação do certame possibilitará ao Estado dar continuidade à recuperação do efetivo militar do estado.

As provas do concurso foram aplicadas nos municípios de Salvador, Juazeiro, Feira de Santana, Ilhéus, Vitória da Conquista e Barreiras. O edital estabeleceu como pré-requisitos para a participação no concurso que o candidato tivesse certificado de conclusão do ensino médio, no mínimo 18 e no máximo 30 anos de idade completos no ato da matrícula no Curso de Formação de Soldado da Polícia Militar.

Também estar em dia com as obrigações militares (para os candidatos do sexo masculino) e com as obrigações eleitorais, não possuir registro de antecedentes criminais e enquadrar-se na estatura mínima exigida (1,60 metros para os homens e 1,55 metros para as mulheres). É preciso ainda passar pelos exames pré-admissionais e pela investigação social. O ato de prorrogação saiu publicado na edição de sábado e domingo (17 e 18) do Diário Oficial do Estado.


Polícia apreende dois quilos de maconha em Camaçari

Elizeu Costa dos Santos,5o anos
Droga Apreendida


Nesta quarta-feira (21), a polícia prendeu Eliseu Costa dos Santos, de 50 anos, acusado de tráfico de drogas. Ele foi detido no sítio localizado na Via Cascalheira, em Camaçari.

Com ele, a polícia apreendeu dois quilos de maconha, uma caixa com bicarbonato com cocaína, duas balanças de precisão, um colete a prova de bala além de plásticos e linha para embalar a droga.

A prisão foi realizada pelo Serviço de Investigação da delegacia. Segundo o acusado, a droga encontrada não pertencia a ele e sim a um pedreiro, de vulgo Paulista, que estava realizando uma obra na residência.

Eliseu que já ficou preso por mais de 20 anos, diz que veio morar em Camaçari há dois anos para sair do crime. “Tem dois anos que moro aqui, estou procurando paz. Durante esse tempo eu não estava mexendo com drogas”, diz.

Fonte:Camaçari Noticias

Salvador:Filho de Deputado Federal é preso por passar cédulas falsas em boate

Dois jovens foram presos por volta das 3h da madrugada desta quinta-feira (22), acusados de tentar pagar a conta de consumação da boate Hit Music Bar, no bairro Pituba, em Salvador, com duas cédulas falsas de R$50 e outras duas de R$ 100, segundo informações do delegado titular da 16ª Delegacia (Pituba), Roberto César Nunes.

Ainda de acordo com o delegado, Tarcio Feitosa de Oliveira, que é filho do Deputado Federal Geraldo Simões de Oliveira, do Partido dos Trabalhadores (PT) e o amigo, Luciano Nadier Pinho, tentaram pagar ao caixa que desconfiou e chamou o gerente, que em seguida ligou para a polícia militar.

"Os dois foram trazidos à delegacia pela PM e logo depois foram levados para a Polícia Federal. Na ocorrência não consta se foi registrado algum tipo de tumulto no momento da prisão", informou o delegado. A PF ainda não passou informações sobre o caso.

Fonte:correio24horas

Sobe para 33 o número de presos no PR em operação contra o tráfico de drogas


Mais oito pessoas foram presas no Paraná nesta quinta-feira (22) aumentando para 30 o total de detidos por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas, além de outros três presos em flagrante por porte ilegal de arma. Pela manhã, 25 já haviam sido detidos, sendo 11 no Litoral do estado. A Operação Maresia foi realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Paraná em conjunto com as policias Civil e Militar.

Essas prisões ocorreram até as 16h desta quinta-feira. Outros quatro mandados de prisão temporária serão cumpridos nesta operação. As investigações tiveram início há seis meses. Os detidos integravam três diferentes quadrilhas que atuavam com os mesmos fornecedores.

De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério Público, o dinheiro arrecadado com o tráfico de drogas era “lavado” por meio de empresas de fachada, como lojas de veículos e supermercados. Um dos traficantes atuava no bairro Tabuleiro, em Matinhos, no CurLitoral do estado, utilizando os mercados Gavião 1 e Gavião 2 como fachada para distribuir a droga. Em Curitiba, lojas de veículos, que não tiveram os nomes divulgados, também estavam envolvidas no esquema.

Na operação, foram cumpridos 52 mandados de busca e apreensão. Os policias encontraram dez armas de fogo, 15 quilos de pasta base de cocaína, 800 gramas de cocaína e 500 gramas de maconha foram apreendidas, além de mais de R$ 15 mil em dinheiro e outros valores em cheques.


Fonte:gazetadopovo

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Detran promove leilão de veículos em seis cidades do interior

O 1º Leilão 2010 de Sucatas e Veículos será promovido pelo Departamento Estadual de Trânsito do Estado da Bahia (DETRAN-BA), a partir do dia 27 de julho, nas Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans) em Vitória da Conquista, Itapetinga, Jequié, Lauro de Freitas, Conceição do Coité e Paulo Afonso.

Os interessados podem conferir os veículos que estão à venda no Setor de Guarda de Veículos das Ciretrans até esta sexta-feira, 23, das 8h30 às 17h. O edital do pregão está disponível na sede do órgão, na avenida ACM, em Salvador, ou na Ciretran de cada cidade envolvida no processo.


Confira as datas, os horários e os locais onde acontece o leilão:


>27/07 – 9h, na sede da 4ª Ciretran, em Vitória da Conquista.


>29/07 – 9h, na sede da 19ª Ciretran, em Itapetinga.


>30/07 – 9h, na sede da 7ª Ciretran, em Jequié.


>02/08 – 10h, na sede da 4ª Retran, em Lauro de Freitas.


>03/08 – 9h, na sede da 26ª Ciretran, em Conceição do Coité.


>05/08 – 9h, na sede da 6ª Ciretran, em Paulo Afons
o.

Fonte:A Tarde

CAPIM GROSSO:PRF APREENDE200Kg DE QUEIJO

Queijo Apreendido

Em mais uma Operação " Comando Geral ", que visa a redução de acidentes e o combate a
criminalidade, no KM 418 da BR 324, às10:50h de hoje ( 21/07/2010 ), ao ser feita fiscalização no veículo Fiat Fiorino, placa JNQ - 4639 - BA, conduzido por Gilberto de Lima Cordeiro, 41 anos, natural de Riachão do Jacuípe, Policiais Rodoviários Federais do Posto 02 - Capim Grosso, apreenderam 200 KG de queijo, que estavam sendo transportados na carroceria aberta do veículo, sem o devido acondicionamento, e sem as mínimas condições de higiene. A carga apreendida foi encaminhada para a ADAB da cidade de Riachão do Jacuípe, onde o queijo foi incinerado.

Fonte:Inspetor Lopes Junior Delegacia 10/4

terça-feira, 20 de julho de 2010

Policial de Jacobina participa do Filme Tropa de Elite 2

SD PM Rios
Progressão
Marcos Durval,Wagner Moura,José Padilha e Policiais Figurantes
Policias figurantes especiais

O Soldado da Policia Militar da Bahia,lotado na 24ªCIPM de Jacobina,Davi Rios Sousa,participou como figurante especial nas filmagnes do tão esperado Filme Tropa de Elite 2 no Rio de Janeiro,sendo o unico policial da PM Baiana, o filme com Direção de José Padilha e tendo como atores principais, Wagner Moura e André Ramires estreando nos cinemas em outubro de 2010.

A pré seleção para figurante especial foi realizada entre quase 500 Policiais escritos de todo o Brasil,após a seleção final onde foram observados o perfil e a qualificação , apenas 80 Policias foram selecionados, tendo como missão representar nas filmagens os Guerreiros do BOPE(Batalhão de Operações Policiais Especias) do Rio de Janeiro,antes das filmagens os selecionados foram encaminhados para Reciclagem do Curso de Progressão em Favelas,sendo instrutores e membros do BOPE e orientação do CATI.A Policia Militar da Bahia e também a 24ª CIPM estão de parabéns por ter um policial com perfil e capacidade para representar as policias em ação contra o crime Organizado nos morros cariocas.


PF APREENDE 19 KG DE CRACK EM JAPARATUBA


Aracaju/SE – Policiais federais da Delegacia de Repressão ao Tráfico Ilícito de Entorpecentes em Sergipe prenderam neste domingo, 18, T.D.S.S., 21 anos. Ele foi flagrado na cidade de Japaratuba transportando 19 quilos de crack. Segundo apurado, a droga abasteceria os estados de Sergipe, Alagoas, Bahia e Pernambuco.

Os policiais chegaram ao acusado depois de receberem denúncia anônima. Eles interceptaram o veículo Santana, oriundo do estado de São Paulo. Em entrevista, T. negou estar transportando qualquer substância entorpecente, apesar de demonstrar nervosismo excessivo.

A partir de minuciosa busca no citado veículo foi possível encontrar no interior de um compartimento uma mala com o entorpecente. O crack estava acondicionado em tabletes envoltos em bexigas coloridas.

O preso foi indiciado pelo crime de tráfico interestadual de drogas (art. 33 e 40 V da Lei 11.343/2010) e está à disposição do Juízo da Comarca de Japaratuba/SE, local onde ocorreu a apreensão e foi dada voz de prisão.

Fonte:DPF